Saiba como a Carboxiterapia trata celulites, estrias e mais

Olá, pessoal!

Neste artigo, nós vamos falar de um tratamento minimamente invasivo que cresce cada vez mais: a Carboxiterapia. Esse procedimento visa atenuar celulites, estrias e várias outras fontes de incômodo em diversas áreas do corpo, inclusive no rosto! Descubra os seus benefícios e vantagens e depois aproveite para agendar uma visita!

Entenda o que é Carboxiterapia

A Carboxiterapia é um tratamento baseado na introdução de um gás – dióxido de carbono – que se espalha rapidamente em áreas afetadas pela celulite, estrias, varizes, gordura localizada e flacidez, visando renovar a pele da região.

A aplicação dessa substância é feita no próprio consultório, sem necessidade de internação ou anestesia, e sua duração depende das características individuais do paciente e das regiões tratadas. A Carboxiterapia é geralmente mais procurada para as pernas e glúteos, mas como estimula a produção de colágeno e favorece a circulação, também pode atenuar as olheiras e outras condições causadas pela flacidez.

Como a Carboxiterapia funciona?

O primeiro passo é identificar, de acordo com as condições do paciente, quais as regiões do seu corpo seriam beneficiadas pela carboxiterapia. É bastante comum que hajam incômodos localizados perto uns dos outros no corpo, contudo com causas diferentes e necessitando de outros tipos de tratamento. Por isso é extremamente importante consultar um médico dermatologista qualificado, com experiência e, de preferência, especialista em cosmiatria.

Observando especialmente a existência de celulites, estrias, flacidez e gordura localizada, o médico irá aplicar, através de injeções ultrafinas acopladas em um cilindro, o dióxido de carbono hospitalar, que atua instantaneamente em nosso corpo. Quer saber exatamente como?

Imagine um vaso sanguíneo com fluxo normal, que em dado momento recebe uma dose de ar. Essa entrada faz ele se expandir naturalmente induzido pelo dióxido de carbono, ocorrendo uma dilatação que melhora a circulação.

O tratamento com carboxiterapia acontece no formato de sessões curtas de aplicação, que podem e devem ser repetidas de acordo com os objetivos do paciente. O intervalo entre as sessões depende de como a área tratada irá responder, mas geralmente é quinzenal. O número total de sessões varia de acordo com o caso e objetivos do paciente.

Quais são os benefícios da Carboxiterapia?

A carboxiterapia proporciona uma melhora na circulação de sangue e pode ser usada com objetivos diferentes, de acordo com a fonte do incômodo ou com a região tratada. Para não restarem dúvidas, vamos listar os benefícios pretendidos e relacionar cada um deles às áreas:

  • Atenuar as celulites: A carboxiterapia visa reduzir o inchaço local e queimar a gordura da celulite através do aumento de circulação;
  • Atenuar as estrias: “Esticando” o tecido dessa região, o tratamento com carboxiterapia visa preencher esse espaço com dióxido de carbono e estimular a produção de colágeno no local. Quanto mais recentes forem as estrias, mais efetivos tendem a ser os resultados;
  • Aumentar o metabolismo local: A expansão dos vasos sanguíneos aumenta o fluxo e visa favorecer a diminuição do inchaço e da flacidez, combatendo micropartículas de gordura em praticamente qualquer região;
  • Reduzir as olheiras: Quando aplicado nas olheiras, a carboxiterapia pretende diminuir a flacidez e clarear a pele desta área aumentando a circulação;
  • Favorecer a produção de fibras de colágeno: Especialmente para a área do rosto, a introdução de dióxido de carbono objetiva estimular a produção de fibras de colágeno, substância que dá sustentação e elasticidade à pele;
  • Favorecer a queima de gordura: Essa é uma das consequências naturais do aumento do metabolismo local, que pode ter resultados ainda melhores se combinada com uma rotina de exercícios e dieta balanceada.

Também vale a pena saber sobre a Carboxiterapia

A carboxiterapia é o único tratamento que atua nos três níveis da celulite: edema (inchaço), gordura e fibrose. Por isso ele é um dos mais completos e se realizado regularmente, possui grandes chances de excelentes resultados. É importante destacar que o procedimento não é voltado para grandes transformações no contorno corporal e não remove gordura localizada, mas favorece a sua redução.

Outro conselho válido é não se assustar com relatos sobre dores durante a carboxiterapia. É perfeitamente normal que o tratamento cause dores momentâneas causadas pela introdução do dióxido de carbono, mas que geralmente são suportáveis pela maioria das pacientes.

Além disso, como provoca mudanças nos vasos sanguíneos, é normal que surjam pequenos hematomas avermelhados ou arroxeados, mas que só permanecem por no máximo alguns dias. Pode ser indicado pelo seu médico ou médica a aplicação de gelo no local para acelerar o processo de recuperação.

Uma das grandes vantagens da carboxiterapia é que não é necessário nenhum cuidado pós-procedimento e o paciente pode retornar imediatamente às suas tarefas cotidianas.

Esperamos que tenha gostado do artigo e principalmente que tenha sido útil para você! Se tiver qualquer dúvida sobre carboxiterapia, dermatologia e procedimentos estéticos em geral, entre em contato com a Inova Clinic! Aguardamos ansiosos sua mensagem e quem sabe já não agendamos uma visita?

Saiba mais sobre