Remoção de tatuagem a laser

Não é difícil encontrar um paciente com o desejo de retirar uma tatuagem que não lhe agrada mais e os motivos são muitos.

Há bem pouco tempo, remover uma tatuagem era um desafio para a Medicina. O método da dermoabrasão, excisão cirúrgica usando laser de dióxido de carbono, de argônio ou de rubi traziam resultados insatisfatórios, não eliminando todas as cores do desenho ou trocando a tatuagem por uma cicatriz inestética. Hoje, com o avanço do laser, é possível eliminá-la em até quase 100%.

Como é a técnica
A técnica do procedimento consiste na emissão de microraios de laser focados que atingem um alvo específico. No caso das tatuagens, um tipo de cor. Este alvo atrai o raio absorvendo a sua energia, o que causa a sua destruição sem danos aos tecidos adjacentes. As sessões não são totalmente indolores, mas a dor é suportável. Para atenuar o incômodo das aplicações pode ser utilizado um creme anestésico, que é aplicado no local uma hora antes da sessão.

Vantagem
A grande vantagem do laser, é que a pele que não foi tatuada não é atingida pelo tratamento, pois a luz emitida pelo aparelho é atraída seletivamente pelas cores da tatuagem. Em alguns casos, pode ser utilizado um laser ablativo (que destrói as camadas superficiais da pele) antes do tratamento final, para expor melhor os pigmentos ao laser que vai destruí-los.

Desvantagem
A desvantagem é que, muitas vezes, não é possível remover toda a tatuagem, pois pigmentos mais profundos persistem deixando uma sombra do que foi o desenho. Em outros casos, após a remoção completa, a pele tratada fica mais clara do que a pele ao redor, como uma mancha esbranquiçada, que pode ser transitória ou não. Hiperpigmentação também pode acontecer, deixando a pele mais escura que a pele não tratada. No entanto, na maioria dos casos, a remoção é quase total e não deixa cicatrizes.

Sessões
O tratamento é feito em várias sessões e o número depende do tamanho da tatuagem, da profundidade, do pigmento na pele e, também, das cores utilizadas nos desenhos. Os resultados já podem ser visíveis logo após a segunda sessão, mas variam muito de acordo com o tamanho do desenho, a profundidade do pigmento na pele e as cores utilizadas na tatuagem.

Saiba mais sobre