Técnicas modernas para cicatrizes de acne

As cicatrizes de acne são comuns após formas graves da doença, sendo causadas por manipulação ou pela intensidade de inflamação das espinhas que pode acometer as camadas mais profundas da pele. As consequências são cicatrizes com manchas e alterações da superfície da pele, principalmente marcas deprimidas.

Não é possível eliminá-las completamente, mas com o avanço das tecnologias e combinação de protocolos avançados de tratamentos é possível conquistar uma melhora importante que eleva a autoestima e confiança do paciente.

Os tratamentos visam alcançar uma melhora importante, mas eliminar totalmente as marcas não é uma promessa que possa ser feita.

Vários procedimentos podem ser utilizados para a correção destas cicatrizes e a indicação de cada um deles depende de cada caso. Em um mesmo paciente, pode ser necessária a utilização de mais de um método, para se obter um melhor resultado. Paciência e controle da ansiedade em resolver tudo de uma vez são recomendados. A melhora da pele pode demorar, mas os resultados vão persistir para sempre.

Conheça algumas alternativas:

Fios de sustentação e preenchimento –  podem ser usados nos casos onde há presença de flacidez e é nas cicatrizes que desaparecem quando esticamos a pele da região. Os fios são inseridos entre a pele e a camada de gordura subcutânea, “suspendendo” a área com cicatrizes, esticando- a e suavizando as marcas. Há estímulo gradual e natural das células de colágeno. Pode ser feito um “acabamento” com bioestimuladores de colágeno como o ácido polilático e a policaprolactona, este último com duração de até 4 anos, ou ainda preenchimento com ácido hialurônico.

Radiofrequência microagulhada – o procedimento utiliza duas técnicas diferentes, a radiofrequência e o microagulhamento a ouro. A radiofrequência penetra profundamente na pele emitindo ondas eletromagnéticas, que promovem coagulação, aquecimento e reorganização das fibras de colágeno, com efeito “preenchedor”.

Laser Ultrapulsado –conjuga três tecnologias com a emissão de raios de forma fracionada, ultrapulsada e colimada. Este laser libera alta energia em rajadas sequenciais (pulsadas e fracionadas) que atuam profundamente na pele de forma controlada, com o objetivo de “destruir” os tecidos lesionados, promovendo a estimulação celular e estímulo de colágeno.

Preenchimento com ácido hialurônico – funciona paras as cicatrizes que desaparecem ao esticar a pele. O objetivo é deixá-la no mesmo plano que a pele ao redor. O melhor preenchedor é o ácido hialurônico, que dura mais ou menos um ano. Passado esse tempo, é hora de repetir o tratamento.

Ficou curioso (a) para saber mais sobre estes e outros tratamentos? Ligue para a InovaClinic e agende sua consulta!

Saiba mais sobre