Guia do protetor solar: como usar corretamente

O protetor solar deve ser um item inseparável no dia a dia, principalmente no verão em que geralmente é registrada alta incidência de raios ultravioletas. Ele pode ser em creme, gel, spray, mouse ou com base. Para saber qual é o melhor para cada tipo de pele é preciso consultar um dermatologista.

A quantidade é algo importante nesse ritual de cuidado com a pele. Seja para o corpo ou para o rosto, é preciso caprichar na aplicação. Por isso, uma das estratégias é a regra da colher: deve ser aplicada uma colher de chá no rosto e em cada um dos membros superiores e duas colheres de chá para tronco/dorso e para cada um dos membros inferiores.

É importante não esquecer orelhas, pescoço, nuca e o filtro deve ser aplicado de duas em duas horas. Mas quem suou muito ou caiu no mar e/ou na piscina deve reaplicar o produto assim que sair da água ou que se secar. O ideal é passar meia hora antes de sair de casa.

O protetor deve ser usado diariamente, mesmo nos dias nublados. E quem tem melasma ou tendência a manchas deve reaplicá-lo no intervalo de 2, 3 horas.

Quanto ao fator de proteção solar (FPS), quanto maior o número, maior é a garantia de proteção. O ideal é que seja acima de 30, mesmo para pessoas de pele negra, que também devem se proteger contra o câncer de pele.  Isso porque se mal aplicado o filtro protege menos.

Saiba mais sobre