Beleza no verão

Muitos tratamentos dermatológicos, como peelings químicos e lasers para manchas e estrias, não são indicados para serem realizados no verão pois deixam a pele mais propensa a manchar ou queimar com a ação dos raios solares. Porém, alguns procedimentos podem ser feitos enquanto se curte a estação mais quente do ano. Basta tomar alguns cuidados, como usar protetor solar, evitar a exposição direta ao sol e seguir à risca as recomendações do dermatologista. Seguem alguns desses tratamentos:

 

Radiofrequência microagulhada – indicado para tratar manchas, flacidez das bochechas, da mandíbula e do pescoço, estrias, cicatrizes de acnes, rugas e linhas de expressão, incluindo os chamados bigode chinês e pés-de-galinha, e queda de cabelo.

 Ácido hialurônico injetável – indicado para preencher rugas e olheiras profundas, para modelar o nariz e lábios. Numa versão mais fluida, tem o objetivo de hidratar a pele, amenizando rugas finas, principalmente ao redor da boca e dos olhos, melhorando a elasticidade, o viço e o brilho da pele.

Toxina botulínica – pode ser usada para amenizar rugas de expressão e no tratamento da sudorese excessiva, podendo ser aplicada, segundo a dermatologista Alessandra de Melo, nas axilas, mãos e até couro cabeludo.

 Ultrassom macrofocado – indicado para flacidez e contorno corporal e celulite, o ultrassom macrofocado tem uma ponteira que é ajustada de acordo com o objetivo e com a área a ser tratada. As ondas agem nas células de gordura e nos músculos gerando um aquecimento de 65,4°C nas áreas tratadas. A tecnologia provoca coagulação, estimulando fibras musculares e colágeno, facilitando a aderência da pele ao tecido muscular — ou seja, podendo reduzir medidas e melhorando a flacidez.

Saiba mais sobre